111

 

CHEGADA DO HAPKIDO EM SALVADOR-BA

O HKD chegou a Salvador, e acredita-se que no Brasil,  no final da década de 60, pelo mestre Jung Duck Lin, 4º Dan. Dando início ao seu trabalho, Lin fundou a Academia Hapkido Kuk Sool Woon, localizada na rua Senador Costa Pinto, Av. Carlos Gomes. Lá, os praticantes de Hapkido tinham uma grande disponibilidade de horários. As aulas, com uma hora e meia de duração, eram de segunda a sexta-feira nos três turnos, sendo que, cada turno dispunha, pelo menos, de dois horários, onde mulheres e crianças tinham horários especiais e descontos para militares. Mestre Lin foi discípulo do Grão mestre Han Chul Lee, um dos maiores divulgadores do HKD. Mestre Lin tentou fielmente seguir o trabalho do seu professor, sendo que, chegando a Salvador, encontrou lutas, já então, muito praticadas como: a capoeira, o karate shotokan e o tae kwon do. Lin viu o quanto era característico dos baianos o manuseio das pernas, que também é uma virtude do HKD, então, criou combinações de golpes e seqüências acompanhados das torções, que seriam subdivididas por faixas.

O SIGNIFICADO DO HAPKIDO

Para tradução literal da palavra Hapkido se faz necessária compressão de três palavras distintas:
HAP – Combinar, Unir, Coordenar, Para Harmonizar.
KI – Força Interior, Energia Vital, Força, Energia Dinâmica.
DO – O Caminho, O Sistema, O Método.

A razão pela qual cada termo tem vários significados correspondentes as palavras em português é porque a escrita oriental (han mun ideogramas chineses) expressam pensamentos, idéias e conceitos resultando em expressões verbais que somente se aproximam do significando original. Numa tradução livre podemos dizer que o HAPKIDO significa:

“O Caminho da Unificação do Homem com sua Energia Física e Vital” e na prática quer dizer que o Hapkido se realiza quando o meu poder e do meu adversário são unidos num só. Os caracteres coreanos para escrever Hapkido são os mesmos utilizados para escrever Aikido em japonês. No entanto por mais que aparentemente se assemelhem não podemos considerá-las iguais. Não somente foram fundadas em tempos diferentes, em países diferentes, por mestres diferentes como também diferem em filosofia e técnica.

PRINCÍPIOS DO HAPKIDO

O HAPKIDO está baseado em três princípios fundamentais:

YU (Água) – Penetração total na defesa do oponente de uma maneira flexível e adaptável. A água simboliza muitas coisas na Coréia. Uma delas é a adaptabilidade. A água nunca luta contra qualquer obstáculo que encontra. Se ela não pode vencer o contato, não há conflito. Ela nunca perde a forma. O homem deve aprender a se adaptar da mesma maneira se quiser sobreviver as discórdias que ele encontrar na sua vida.

WON (Círculo) – Utilizar e desviar a força do oponente através das ações circulares. O círculo além de sua movimentação natural e contínua, é simbolizado também pela trajetória do praticante que tem por objetivo progredir em seus treinamentos sempre retornando ás origens. Simbolicamente, quando ele atinge seu objetivo, a faixa-preta, deverá retornar ao mesmo ponto de partida(reinicio), porém, desta vez com mais experiência. Agora o aluno tende a formar novos círculos, porém menores, formando assim, espirais, direcionando não para a frente mas para o alto.

WA (Harmonia) – Não resistência. Não se opor a força do oponente mas sim, aproveitá-la. Nos treinos de Hapkido deve existir uma combinação simultânea de mente, corpo, situação e técnica. A harmonia é o elemento principal desse treinamento. Adquirindo harmonia consigo é possível harmonizar-se com o adversário. Depois disso, aprender harmonizar-se com a situação é o próximo passo. A tarefa final é combinar a harmonia desenvolvida em si próprio, o oponente com a técnica do adversário.